Mães & Filhos | NOTÍCIA

Somos Mães e PanaPaná lançam livraria virtual

Os primeiros títulos ajudam a conversar com crianças sobre o luto

Publicado em 17/08/2018

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Somos Mães e PanaPaná lançam livraria virtual

A Somos Mães e a Livraria PanaPaná lançaram uma livraria virtual e selecionaram alguns dos melhores títulos sobre como falar de morte com as crianças. A cada mês incluiremos novos títulos, sobre novos temas, sempre com um presente para todos os nossos seguidores: na compra de um dos títulos através da nossa livraria virtual você ganhará um outro livro surpresa, basta utilizar o código SOMOS na finalização da compra.

 

Confira as dicas deste mês:

 

Vó Nana

 

Vó Nana e Neta moram juntas há muito, muito tempo. Elas compartilham tudo, inclusive as tarefas, até o dia em que Vó Nana não aparece para tomar o café da manhã. Calmamente, ela paga suas contas e trata de pôr seus negócios em ordem. Então, leva Neta para um último passeio, apreciando, escutando, sentindo cheiros e sabores. Vó Nana e Neta se despedem da melhor maneira que conhecem. A escritora Margaret Wild criou um dos livros mais delicados já publicados sobre luto.

 

Djô

 

Djô, o macaquinho amarelo que sonha em voar, acaba, um dia, por cair num circo onde se torna amigo do elefante Rabab. Rabab está muito velho e cansado e deseja voltar para o lugar onde nasceu. Djô o acompanha nessa viagem de retorno à floresta. Uma história com a delicadeza do texto e o talento das ilustrações de Gilles Eduar.

 

O passeio
 

O empurrãozinho de um pai faz uma menina superar o medo de andar de bicicleta sem as rodinhas, e dá início a um passeio singular. Durante um longo trajeto, a filha revela as sensações e as emoções que vive em cada momento na companhia de seu pai, e estas a fazem perceber como de uma hora para outra tudo pode mudar. Livro de estreia de Pablo Lugones entre os 30 melhores livros infantis do ano de 2017, pela Revista Crescer.


Pedro e Lua
 

Neste livro, Odilon Moraes conta a história de Pedro, um menino que vivia com a cabeça na lua. Desde que descobriu que ela era uma pedra grande flutuando no céu, ficou fascinado pelas pedras, que só poderiam ser pedaços da lua. E assim, num dia, tropeçou numa tartaruga parecida com uma pedra, que ganhou o nome de Lua. Uma grande amizade nasce entre os dois, compartilhando o crescimento, as perdas e as descobertas do menino.

 

O sol se põe na tinturaria Yamada
 

O senhor Yamada senta-se à porta da tinturaria. O sol aquece seu corpo, e suas lembranças da infância parecem ganhar vida. O neto brinca com a gatinha, a filha passa roupa e o senhor Yamada volta a Kyoto, cidade onde passou a infância. Lembra-se de alguns versos, depois da melodia da canção, do quintal onde brincava com os irmãos, da cerejeira e dos tsurus. Resolve então ensinar ao neto a velha cantiga e, assim, perpetuar sua história na nova geração. Este livro de Cláudio Fragata está entre as 30 melhores publicações do ano de 2017 pela Revista Crescer.

 

Acesse: Livraria Virtual Somos Mães & PanaPaná

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus